quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Eu o conheço melhor que a mim mesma

- Eu sei tudo sobre ele! - ela dizia pras amigas, com um olhar sonhador, sem perceber que ele estava por ali, ouvindo - Sei quando ele está triste apenas por seu sorriso fraco e seu olhar perdido, quando está apaixonado ele fica todo bobão, quando está com ciúmes, tenta disfarçar mas não consegue, sei quando ele quer apenas agradar, ou quer um abraço, sei quando está ansioso.
" Quando ele sorri o único sorrido de canto da boca que sabe é porque só está falando com você por educação, quando revira os olhos e suspira é porque não gostou do que ouviu, quando quer um abraço ele não pede, mas fica te olhando até você abraçar, quando emite um som estranho pela boca e sorri é porque não está gostando de falar com você, mas está adorando o fato de falar com você. Às vezes ele se livra rápido dos abraços por medo do que os outros vão pensar, e eu sei que é impossível ficar brava com ele por muito tempo.
" Eu o conheço melhor que a mim mesma... "
Ela sorria por tudo aquilo. E ele fora de vista sorria também, encantado com o que ouvira. Saiu de trás da mureta e disse:
- E eu sei quando está triste apenas por olhar pra você - ela se assustou, pois não sabia da presença dele e não tinha ideia até onde escutara a conversa, mas pelo visto, escutara a conversa inteira - Sei quando está carente ou quando está com TPM, sei também quando está amando, sei quando quer me agradar, me irritar, sei usar as palavras exatas com você. Sei também que quando está triste sai correndo pra me dar um abraço, e nunca responde quando eu pergunto se está tudo bem, mas adora quando eu pergunto. Quando não dou muita atenção pra você ou quando sou grosso, não fala comigo até eu ir conversar com você, e logo me perdoa. Eu conheço mais a você do que a mim mesmo... eu acho que estamos amando - ele sorriu.
-----------------------------------------------------------

Beijos,
Julia

Nenhum comentário:

Postar um comentário